segunda-feira, 15 de julho de 2013

The End

Depois de tanto tempo de volta ao Brasil, a gente ainda queria fazer um post fazendo um balanço geral da experiência para finalmente fechar o blog de vez e deixar ele aqui como uma lembrança um pouco mais detalhada da nossa viagem.

Bom, nós já voltamos há 6 meses e, claro, ainda sentimos falta da nossa vida nos EUA. Foi um pouco complicado se readaptar à realidade de São Luís. Até hoje ainda comparamos o que enfrentamos por aqui com como seria nos EUA. A vida era mais fácil e mais confortável, o custo de vida era menor e o poder de compra era maior. Tínhamos mais opções de lazer e mais lugares para visitar. Quando voltamos, nós tivemos um choque de realidade devido às diferenças no estilo de vida do ano anterior.

Uma coisa que eu sempre vou sentir falta são as compras online. Os preços eram muito convidativos. Maquiagens, roupas, sapatos, jogos de vídeo game, eletrônicos... tudo isso com preços acessíveis para todos. Um sonho para uma consumista que nem eu. Mas o melhor mesmo era a facilidade da entrega. Empresas de correio que trabalham rápido, de forma eficiente, com preços baixos e respeitando os clientes. Diferente da palhaçada que é os Correios aqui no Brasil.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Volta Para Casa Parte 3 - Viagem e Preparativos


Para finalizar essa série de posts contando como foi o nosso retorno para o Brasil, o assunto agora é a viagem em si e alguns dos preparativos.

Uma das nossas maiores preocupações antes da viagem foram as malas. Nós queríamos trazer tanta coisa e não sabíamos o que realmente ia dar e o que não ia dar. Trouxemos 8 malas e 3 caixas nas quais enfiamos nossas roupas e calçados, coisas de cozinha, alguns móveis desmontados, video game e acessórios, comida e etc. Nós tínhamos direito de cada um levar duas malas de 32 quilos no porão do avião e uma de até 21 quilos como bagagem de mão. Então das nossas 8 malas, 6 estavam incluídas no preço da passagem. As outras duas malas e as 3 caixas foram como excesso de bagagem. O preço por mala (de até 32 quilos) era de 75 dólares. Um preço bem razoável, melhor até que no Brasil. Além das cinco malas de excesso, ainda tivemos que pagar para a Delta a taxa de embarque dos gatos, que também era de 75 dólares para cada.

sexta-feira, 29 de março de 2013

Volta Para Casa Parte 2 - Doc. dos gatos/Atestado de Residência


Uma outra parte importante da viagem de volta para o Brasil foi a documentação que a gente precisou tirar antes de embarcar. Nós tiramos um atestado de residência do consulado brasileiro nos Estados Unidos e, claro, os documentos necessários para o embarque dos gatinhos no avião.

A documentação de viagem dos gatos de volta para o Brasil começou com a atualização de todas as vacinas deles com antecedência. Com mais de um mês para voltar nós fomos a uma clínica veterinária lá nos EUA e atualizamos as vacinas antirrábicas dos gatos. Entretanto, para tirar a autorização da viagem nós precisaríamos voltar à clínica quando estivesse mais perto do embarque para que a veterinária pudesse assinar o International Health Certificate que eu imprimi no site da USDA e levei só para ela preencher e assinar. Além disso ela também nos deu um outro documento de inspeção atestando que os gatos estavam em condições de viajar. Claro que tivemos que pagar para que ela assinasse e emitisse esses documentos, e não foi barato (por volta de 110 dólares por gato).

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Volta Para Casa Parte 1 - Móveis/Apartamento/Golpe


Continuando com os posts atrasados, um assunto que a gente também achou legal deixar registrado é sobre a viagem de volta, todos os preparativos, documentação, histórias e etc. Como nós passamos um ano nos Estados Unidos a gente tinha muita coisa para resolver antes de voltar. Nesse post a gente vai falar de como foi para vender a nossa mobília e se livrar do apartamento que a gente estava morando.

A primeira coisa que a gente começou a fazer para se preparar foi vender os nossos móveis e transferir o aluguel do apartamento. O contrato que nós assinamos pro apartamento era de 1 ano. Como a gente ficou só 6 meses nele, precisávamos encontrar alguém para transferir o restante do contrato ou então pagaríamos uma multa bem salgada. Fizemos anúncios em alguns sites como Craigslist.com, classificados do annarbor.com e em outro site que eu nem lembro mais qual foi. A maioria dos interessados apareceu pelo Craigslist. Depois de algumas visitas das quais ninguém quis fechar a gente começou a ficar preocupado, já que não contávamos com a possibilidade de pagar a multa. Felizmente, aos 45 do segundo tempo, apareceu um casal que estava com pressa para se mudar e resolveu tudo tranquilamente. Passei tudo pro nome do cara no Leasing Office do condomínio que a gente morava e acertei com ele como ficaria a divisão do aluguel do mês de janeiro.