quarta-feira, 18 de abril de 2012

Chicago

Há algumas semanas atrás eu tive uma semana de folga entre termos na Kettering. Eu e a Nandinha resolvemos aproveitar para fazer a nossa primeira viagem nos EUA. Fomos para Chicago, que é relativamente perto de onde a gente mora, para passar um final de semana. Resolvemos ir de ônibus, já que era a opção mais viável. Nós fomos de Megabus e compramos as passagens pela internet. No dia da viagem acordamos bem cedo e fomos ao “ponto de ônibus” de onde ele sairia para Chicago. Na verdade nem era um ponto de ônibus, era um estacionamento aberto onde se formou uma fila de passageiros esperando pelo ônibus. Isso numa manhã fria e de ventos cortantes. Entramos no ônibus depois de esperar por ele por alguns minutos e já estava lotado de pessoas vindo de Detroit. Tivemos que sentar na parte de baixo do ônibus (era daqueles de dois andares) num canto apertado e de frente para outras duas cadeiras. Na nossa frente estava sentada uma velha que passou a maior parte da viagem dormindo de boca aberta e roncando. Uma visão nada agradável, acreditem.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Viajando com os gatos

Depois de muito tempo que eu já estou aqui eu resolvi deixar a preguiça de lado e contar como foi a minha viagem pra cá sem falar quase nada de inglês e ainda trazendo dois gatos comigo no avião.

Gatinho Branco pronto para viajar

Antes da viagem eu tinha muitas coisas para resolver com relação ao transporte dos meus gatinhos. Eram muitos detalhes e burocracias até que eu pudesse trazê-los sem problemas. O primeiro de tudo era escolher a companhia aérea mais adequada. Inicialmente eu queria vir de American Airlines pelo fato da passagem ser mais barata. Entretanto, eles tinham uma restrição quanto ao embarque de animais em baixas temperaturas que poderia atrapalhar meus planos de vir com os gatos. Essa restrição da AA diz que eles só transportam o bicho se a temperatura da cidade de partida ou de destino estiver acima de 7°C. Ou seja, impossível para um dia de inverno em Detroit. Não existia a mínima chance de fazer essa temperatura no dia da minha viagem.